Escultura Viking Boat
logo conferencia de runas sem fundo.png

Conferência de Runas e Espiritualidade Nórdica 

  • Robson Madredeus

Thurisaz

Por Robson Madredeus



Eis que nosso guerreiro desperta como quem acorda ao som de um trovão, seus instintos de defesa são acionados instantaneamente e como num susto, ele reage. Em Fehu ele nutriu e fertilizou à vontade, terreno onde reinará sua missão, em Uruz ganhou força e densidade suficientes para moldar suas aspirações para aqui, em Thurisaz, despertar ferozmente seus dons.


“Pontiagudos são os espinhos

Para aquele que toca neles;

E especialmente para aquele

Que descansa no meio deles.”


O espinho exige atenção do guerreiro, pois fere, suas defesas podem se voltar contra ele próprio se não tiver a serenidade adequada na hora de reagir aos confrontos da vida.


Integrando Thurisaz


Observe atentamente a imagem da runa Thurisaz, por uns 30 segundos, enquanto inspira e expira com a imagem fixa diante de você, faça então uma respiração profunda e feche os olhos, mantenha mentalmente Thurisaz a sua frente, pergunte para ela “ Thurisaz, qual o grande espinho da minha jornada?” deixe que seu coração diga algo, se não intuir nada depois de uns 3 minutos peça “Thurisaz, ajude-me a identificar e desviar os espinhos do percurso, que eu tenha coragem e destreza e que minhas ações sejam precisas em direção ao progresso”


PS: minha jornada com as runas começou há 18 anos, mas somente depois de alguns anos comecei a entende-las de fato como veículos de expansão da consciência que nos auxiliam a interpretar e interagir com as energias que nos cercam. Uso essas técnicas pessoalmente, com amigos e clientes e é perceptível a mudança energética gerada pela prática meditativa com as runas, desde que acionadas da forma correta. Recomenda-se inicialmente praticar apenas uma runa por dia.

60 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Ansuz

Uruz